BASE BRILHA E VASCÃO GOLEIA O VITÓRIA EM SALVADOR: 4 A 1
Quarta-feira, 12/07/2017 - 23:39

O Vasco conseguiu a primeira vitória fora de casa no Campeonato Brasileiro. Em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Barradão, o time de São Januário goleou o Vitória por 4 a 1 e se reabilitou da traumática derrota para o Flamengo na semana passada.

Com a vitória, os cariocas subiram para a sétima posição com 19 pontos ganhos. Já o Rubro-Negro segue com sua fraca campanha dentro de casa e ocupa a 18ª colocação com 12 pontos.

O triunfo do Vasco foi justo. O time dirigido por Milton Mendes foi escalado com vários reservas e soube jogar com inteligência diante de um adversário desesperado. O Vitória não se encontrou em momento nenhum da partida e o resultado já coloca em risco o emprego do técnico Gallo, muito criticado pela torcida, que antes do final do jogo já proferia os gritos de "time sem vergonha".

Kanu, contra, Thalles, Paulo Vitor e Guilherme Costa marcaram para o Vasco. Kanu fez o único do Vitória. Na próxima rodada, o Vitória vai visitar o Palmeiras, em São Paulo. O Vasco vai receber o Santos, no Engenhão.

O JOGO

Mesmo com muitos desfalques, o Vasco começou a partida no ataque. Madson tabelou com Thalles e cruzou, mas a zaga baiana salvou. O time carioca fazia uma forte marcação no meio-campo e tentava usar as laterais do campo para chegar na área adversária. Aos seis minutos, o Vitória errou na saída de jogo e a bola ficou com Escudero que lançou Pikachu. O cruzamento acabou sendo desviado para escanteio. Na cobrança, Rafael Marques cabeceou, de costas, e mandou no travessão no primeiro grande movimento de perigo.

Dois minutos depois, o Vitória criou a primeira oportunidade quando Cleiton Xavier invadiu pela direita e chutou cruzado, mas Martín Silva desviou para escanteio.

Aos 13 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Após cobrança de escanteio, a zaga afastou mal e a bola sobrou para Escudero. O meia argentino chutou cruzado, o zagueiro Kanu tentou afastar, mas errou a rebatida e a bola entrou no canto direito de Fernando Miguel.

Depois de sofrer o gol, o Vitória partiu para o ataque, mas encontrou uma zaga muito bem postada. Aos 22 minutos, Madson bateu lateral na área, Kanu, mais uma vez, se atrapalhou, mas o goleiro Fernando Miguel, atento, ficou com a bola.

O Vitória teve uma boa chance para marcar aos 23 minutos. Após lançamento de David, Cleiton Xavier se esticou e tocou para o gol, mas Martín Silva fez ótima defesa.

Aos 30 minutos, o time baiano voltou a pressionar e criar uma boa situação de área, mas Patrick preferiu arriscar o chute, quando todos esperavam o lançamento na área. Logo depois, André Lima chegou atrasado e não conseguiu cabecear para o gol, quando estava livre na área.

O time dirigido por Milton Mendes fechava os caminhos do adversário com uma forte marcação, mas o Vitória voltou a criar outro momento de perigo aos 35 minutos, quando Carlos Eduardo cruzou, Patrick ajeitou de calcanhar e David entrou batendo, mas mandou para fora.

Logo depois, foi a vez de André Lima perder a oportunidade. Após tabela pela esquerda, entre Cleiton Xavier e David, a bola foi lançada na pequena área e André Lima, atrasado, tocou na bola e mandou para fora.

O Vasco não conseguia mais sair para o ataque e se concentrava em tentar impedir as penetrações da equipe baiana. Aos 43 minutos, após cruzamento fechado, Martín Silva desviou e Jomar cabeceou para escanteio. Na cobrança, o goleiro do Vasco voltou a aparecer bem, defendendo um chute que desviou em Renê na pequena área.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo. E o primeiro momento de perigo foi provocado pelo Vasco. Madson foi lançado pela direita e cruzou para a entrada de Thalles, mas a defesa baiana impediu que o passe chegasse ao atacante. O Vitória respondeu com um lançamento para André Lima que concluiu para a defesa de Martín Silva, mas o árbitro marcou impedimento.

Aos cinco minutos, o goleiro do Vasco saiu com precisão para cortar um cruzamento que tinha André Lima como endereço.

Para tentar aumentar o poderio ofensivo da sua equipe, o técnico Gallo colocou o atacante Neilton no lugar do meia Yago. Logo depois, o meia Escudero sentiu dores na perna esquerda e foi substituido por Guilherme. Gallo respondeu com mais uma mudança ofensiva, trocando o volante Renê pelo atacante Paulinho. O time baiano passou a atuar com quatro atacantes e nenhum volante.

Aos 18 minutos, o goleiro Martín Silva voltou a aparecer bem, defendendo uma conclusão rasteira de André Lima. O time cadrioca respondeu com uma cobrança de falta executada por Yago Pikachu que exigiu grande defesa de Fernando Miguel.

O Vitória seguiu pressionando e acabou alcançando o empate aos 25 minutos. Após cruzamento na área, Kanu ganhou a disputa com Wellington e cabeceou para o gol. Jomar ainda tentou salvar, mas atrapalhou Martín Silva e a bola entrou no canto.

O Vitória tentou partir para a pressão, mas acabou sofrendo o segundo gol aos 29 minutos. Guilherme fez ótimo lançamento para Thalles que driblou o goleiro Fernando Miguel e tocou para as redes.

O jogo ficou nervoso, com o Vitória pressionando e o Vasco tentando se defender e buscando aproveitar os espaços concedidos pelo adversário. Aos 44 minutos, Paulo Vítor iludiu a marcação baiana e cruzou da esquerda, mas Gefferson aliviou o perigo.

Aos 46 minutos, o Vasco liquidou a fatura. Ramon fez ótimo lançamento para Paulo Vítor que entrou pela esquerda e deu um lençol em Fernando Miguel que saiu para tentar fechar o ângulo.

Nos acréscimos, o time carioca ainda marcou o quarto gol. Guilherme Costa recebeu na área, se livrou de Kanu e tocou entre as pernas de Fernando Miguel, definindo o marcador.

GALERIA



VÍDEO



FICHA TÉCNICA

VITÓRIA-BA 1 X 4 VASCO-RJ

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 12 de julho de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fábio Pereira (TO)

Cartão Amarelo: Geferson, Fred, Carlos Eduardo, Kanu(Vito); Wellington, Thalles(Vas)
Gols:
VITÓRIA: Kanu, aos 25 minutos do segundo tempo
VASCO: Kanu, contra, aos 13 minutos do primeiro tempo; Thalles, aos 25 , Paulo Vitor aos 46 e Guilherme Costa, aos 49 minutos.

VITÓRIA: Fernando Miguel, Patric, Kanu, Ramon(Fred) e Geferson; Renê(Paulinho),Yago(Neilton), Carlos Eduardo e Cleiton Xavier; David e André Lima
Técnico: Alexandre Gallo

VASCO: Martín Silva, Madson, Rafael Marques, Jomar e Ramon; Jean, Wellington, Yago Pikachu(Paulinho), Wágner e Escudero(Guilherme Costa); Thalles(Paulo Vítor)
Técnico: Milton Mendes

TROFÉU NETVASCO 2017

Dê suas notas agora!
Col.JogadorMédiaCol. no anoMédia no ano
Guilherme Costa8.596.35
Paulo Vitor8.53*5.81
Thalles8.3320º5.11
Martín Silva8.127.28
Jean7.826.11
Paulinho7.14*7.14
Wagner6.9315º5.38
Ramon6.86*6.86
Rafael Marques6.7512º5.52
10ºMadson6.57*4.13
11ºEscudero6.4022º4.60
12ºJomar6.3217º5.30
13ºYago Pikachu5.815.72
14ºWellington5.77*4.36

* = não classificado (menos de 10 jogos) | Total de votos: 980 | Ranking 2017

Fonte: Gazeta Esportiva (texto, ficha), GloboEsporte.com (fotos, vídeo), Reprodução Internet (fotos)