VASCO VENCE RIO BRANCO-AC, MAS NÃO ELIMINA O JOGO DE VOLTA: 2 A 1

Quarta-feira, 01/04/2015 - 21:20
comentário(s)

O Vasco derrotou o Rio Branco, do Acre, por 2 a 1, em partida disputada na noite desta quarta-feira, na Arena da Floresta, e que marcou a estreia das duas equipes na Copa do Brasil. O resultado frustrou a equipe carioca, que pretendia eliminar o jogo da volta, mas vai ter que enfrentar o Rio Branco novamente, agora em São Januário.

O time cruz-maltino chegou a abrir 2 a 0, com gols de Thales e Douglas Silva, na primeira etapa, mas acabou surpreendido com um gol do time da casa no segundo tempo.

O resultado fez justiça ao desempenho das duas equipes. O Vasco, com uma equipe desentrosada, mereceu a vitória, mas o Rio Branco soube conquistar seu objetivo que era garantir a viagem ao Rio de Janeiro. Por isso, seus jogadores fizeram festa ao final da partida.

O JOGO

A partida começou em alto nível de emoção. No primeiro ataque do Rio Branco, o atacante Evandro foi lançado e caiu ao tentar driblar Martín Silva. A torcida acreana pediu pênalti, mas a arbitragem invalidou o lance marcando impedimento.

O Vasco respondeu de forma fulminante. E marcou o primeiro gol através de Thalles que recebeu ótimo passe de Bernardo e fuzilou sem chances para o goleiro Filipe.

Depois de estabelecer a vantagem, o time carioca passou a cadenciar o jogo, tocando a bola com certa lentidão. Só aos 11 minutos é que a equipe cruz-maltina voltou a incomodar em cobrança de falta executada por Bernardo, mas a bola bateu na barreira.

Logo depois, o lateral-esquerdo Tiaguinho sentiu uma lesão muscular e pediu substituição. O Rio Branco mostrava dificuldade de organizar jogadas de ataque e só aos 17 minutos é que a equipe do Acre chegou com perigo na área da equipe carioca. Joel cruzou e William chegou atrasado para tocar na bola. Dois minutos depois, Yago penetrou na área e chutou para fora, quando Thalles, livre, pedia a bola para fazer a conclusão.

O jogo caiu muito de nível. Os dois times erravam muitos passes e faziam muitas faltas, truncando o andamento da partida. Aos 41 minutos, o Rio Branco criou a sua melhor chance do primeiro tempo. Jeferson foi lançado na corrida e tentou encobrir o goleiro Martín Silva, mas acabou colocando a bola nas mãos do goleiro uruguaio.

Aos 44 minutos, o Vasco marcou o segundo gol. Bernardo bateu escanteio e Douglas cabeceou fraco, mas o goleiro Filipe saltou atrasado e não conseguiu tocar na bola que entrou no canto esquerdo.

O Rio Branco voltou modificado para o segundo tempo, trocando o lateral-direito Bruno pelo atacante Tonho Cabañas. E criou a primeira chance de perigo aos dois minutos com um chute perigoso de Jeferson.

O time do Acre seguiu pressionando, em busca do primeiro gol, mas sem mostrar categoria para alcançar seu objetivo, enquanto o Vasco revelava desentrosamento e mantinha apenas Thales isolado na frente, marcado permanentemente por dois zagueiros do Rio Branco.

Sem forças para reagir, o Rio Branco quase não chegava na área, enquanto o Vasco apenas administrava o resultado sem mostrar qualquer ambição de golear o adversário. Aos 17 minutos, Matheus Índio levou uma bronca do técnico Doriva por tentar uma pedalada na frente de um adversário.

Aos 28 minutos, Tonho Cabañas foi lançado na frente, mas faltou velocidade e o atacante da equipe acreana foi desarmado facilmente por Douglas Silva. Dois minutos. William recebeu na área, teve espaço para virar e bater, mas a bola acabou sendo chutada em cima de Martín Silva que fez boa defesa.

Aos 35 minutos, Doriva fez a alegria da torcida ao colocar Romarinho, filho de Romário, no lugar de Thalles. E antes que o filho do Baixinho tocasse na bola, o Rio Branco marcou. O volante Kinho acertou um violento chute cruzado, sem dar qualquer chance de defesa para o goleiro Martín Silva.

Aos 45 minutos, o goleiro Filipe evitou o terceiro gol ao defender uma cabeçada de Douglas Silva. No rebote, Yago caiu pedindo a marcação de pênalti, mas o árbitro nada marcou.

GALERIA



VÍDEO



Para assistir aos melhores momentos, clique aqui.

FICHA TÉCNICA

RIO BRANCO 1 X 2 VASCO

Local: Arena da Floresta, em Rio Branco (AC)
Data e hora: 1º de abril de 2015, às 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Baptista Raposo (DF)
Auxiliares: Arnildo Lino dos Santos (RO) e Luciano Benevides de Sousa (DF)
Cartões amarelos: Kinho, Léo, Joel (RIO); Victor Bolt, Nei, Bernardo (VAS)
Cartões vermelhos: Não houve
Gols: Thalles, a 1 minuto do primeiro tempo (VAS); Douglas Silva, aos 44 minutos do primeiro tempo (VAS); Kinho, aos 35 minutos do segundo tempo (RIO)

Rio Branco
Filipe; Bruno (Tony Cabañas), Victor Hugo, Tyrone e Tiaguinho (Léo); Kinho, Joel, Marquinhos, Jeferson (Luquinhas) e Evandro Russo; William Pires
Técnico: Zezito

Vasco
Martín Silva, Nei, Douglas Silva, Anderson Salles e Lorran; Guiñazu, Victor Bolt, Matheus Índio (Montoya) e Bernardo (Mosquito); Yago e Thalles (Romarinho)
Técnico: Doriva

TROFÉU NETVASCO 2015

Dê suas notas agora!

Col.JogadorMédiaCol. no anoMédia no ano
Martín Silva6.68327.4672
Douglas Silva6.4289*6.0930
Thalles5.8405*5.1708
Anderson Salles5.7284*6.1571
Guiñazú5.47206.5296
Yago5.284513º5.0164
Matheus Índio5.2241*5.2241
Bernardo4.189711º5.2527
Lorran4.0474*4.7070
10ºNei3.8966*4.5158
11ºVictor Bolt3.7500*3.8691
12ºMontoya3.18755.3909
13ºRomarinho3.1164*3.1164
14ºMosquito3.1013*3.7097

* = não classificado (menos de 10 jogos) | Total de votos: 464 | Ranking 2015



Fonte: Gazeta Esportiva (texto), Youtube (vídeo), UOL (ficha), GloboEsporte.com (fotos)