Netvasco
Clube
Notícias
Futebol
Esportes
História
Torcidas
Mídia
Interativo
Multimídia
Download
Miscelânea
Especial

Busca pesquisar

Celular
FAQ
Orkut
RSS
Twitter
Chat
Vídeos

NETVASCO - 10/11/2009 - TER - 23:05 - VASCO VENCE CAMPINENSE POR 1 A 0 E TÍTULO PODE VIR NA 6ª

O Vasco está a uma vitória de conquistar o título da Série B. Após o triunfo por 1 a 0 sobre o Campinense nesta terça-feira, no Estádio Amigão, em Campina Grande, o time da Colina precisa apenas de um triunfo sobre o América-RN, na próxima sexta-feira, às 21h (horário de Brasília), em São Januário, para levantar o caneco. Elton, de pênalti, marcou o gol da vitória cruzmaltino.

O título só não aconteceu nesta terça-feira por causa da vitória do Guarani por 3 a 1 sobre o Ipatinga, em Campinas. Por outro lado, o Atlético-GO fez o seu papel e ajudou os cariocas ao derrotarem o Ceará, em Fortaleza, por 3 a 0.

Com o resultado, os cariocas chegaram aos 73 pontos na tabela de classificação, cinco a mais do que o Guarani, segundo colocado. O Campinense, que está praticamente rebaixado com 33 pontos em 19º lugar, encara o Paraná fora de casa na luta para escapar da Série C.

O JOGO

O Vasco teve um problema momentos antes da partida. O zagueiro Fernando foi vetado e Vilson jogou em seu lugar. Além disso, o time carioca não jogou como planejava com a camisa comemorativa lançada por causa do retorno à Primeira Divisão. Os jogadores entraram em campo com o modelo, mas depois tiraram por considerá-lo parecido com o uniforme do Campinense.

A partida começou quente. Em 15 minutos, o árbitro André Luiz de Freitas Castro foi cercado três vezes pelos jogadores. Primeiro ao marcar uma falta na entrada da área a favor do Vasco. Os atletas do Campinense não se conformaram e foram para cima do juiz, que deu cartão amarelo apenas para o autor da infração: o zagueiro Kleber. Na cobrança, Nilton soltou a bomba e a bola tinha endereço certo. Mas desviou no caminho e passou com perigo por cima do travessão do goleiro Fabiano.

Aos 13 minutos, Adriano fez falta na lateral do campo em cima de Anderson Oliveira. O lance teria sido normal se logo depois o volante Allan, que também estava na disputa de bola, não tivesse pisado, de forma desleal, infantil e covarde no companheiro que estava caído no chão. André Luiz de Freitas Castro, de frente para o lance, expulsou o vascaíno. Nova confusão em campo. Dorival Júnior, no banco de reservas, só balançava a cabeça em reprovação à atitude de Allan.

Logo depois de o jogo recomeçar, Ramon partia rápido para o contra-ataque e foi derrubado por Daniel. Os dois se enrolaram no chão e o pé do jogador do Campinense bateu na perna do vascaíno sem intenção. Começou então um enorme empurra-empurra no gramado, com os jogadores se ameaçando. O árbitro apenas observou e resolveu não punir ninguém.

Com um jogador a menos, o Vasco recuou. O Campinense tentava chegar ao gol com chutes de fora da área. Apenas um, de Marcelinho, assustou. Mas Fernando Prass segurou firme a bola.

Aos 32 minutos, a situação melhoria para os cariocas. Após cruzamento na área, o zagueiro Vilson correu para dominar a bola e foi derrubado por Buick. Pênalti marcado pelo árbitro apesar das reclamações. Elton cobrou bem e deslocou o goleiro Fabiano. Vasco 1 a 0. Foi o 16º gol do atacante na Série B, que briga pela artilharia com Rafael Coelho.

- Eu nem toquei nele no lance do pênalti. Ele se jogou e o juiz deu o pênalti - reclamou Buick, que ainda recebeu amarelo no lance.

Logo depois do gol, Adriano arrancou e foi derrubado por Leandro Camilo quando entraria livre na área. Mas o árbitro deixou o lance seguir para a revolta dos vascaínos. Antes de terminar o primeiro tempo, o Campinense assustou com uma cabeçada de Edmundo para fora. Fernando Prass só ficou torcendo para a bola sair. E o intervalo veio em um bom momento.

- O primeiro tempo foi muito nervoso porque o árbitro não soube conduzir bem o início da partida - disse o vascaíno Ramon.

Os vascaínos voltaram para o segundo tempo já sabendo que não poderiam garantir o título da Série B nesta terça-feira por causa da vitória do Guarani sobre o Ipatinga. Mesmo assim, o time carioca voltou animado. Logo no primeiro minuto, Elton deixou Adriano na cara do gol, mas o atacante furou talvez prejudicado pelo campo irregular.

Aos 12 minutos, Carlos Alberto aproveitou cruzamento da direita e cabeceou para o gol. O árbitro assinalou impedimento e anulou o segundo gol vascaíno. O capitão cruzmaltino teve uma outra oportunidade aos 31 minutos, Ele bateu falta da entrada da área por cima do gol de Fabiano.

No minuto seguinte, o Campinense teve uma ótima chance de igualar o marcador. Almir recebeu na entrada da área e chutou por cima do gol de Fernando Prass. Aos 33, Marcelinho Aguiar foi expulso por conta de uma falta dura em Nilton. O time paraíbano seguiu abusando das faltas e teve mais um atleta advertido com o cartão vermelho. Buick deu um pontapé em Carlos Alberto no meio-campo e foi para o vestiário mais cedo.

Edmundo teve uma chance clara de empatar aos 42 minutos. O jogador entrou na área e chutou para fora. Na sequência do lance, o atacante deu um tranco em um vascaíno e acabou expulso. Com três a menos, o Campinense nada pôde fazer para mudar o panorama da partida. Nos acréscimos, Magno foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Ernani cobrou e despediçou. No fim, os vascaínos comemorarem mais uma vitória e a proximidade do título da Série B.

GALERIA

[an error occurred while processing this directive]

VÍDEO


Gol do Vasco


FICHA TÉCNICA

CAMPINENSE 0 X 1 VASCO

Local: Amigão, Campina Grande (PB)
Data/Hora: 10/11/09 - 21h

Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Cristhian Passos Sorence (GO)

Renda/Público: Não disponíveis

Cartões Amarelos: Kléber, Fábio Santana, Buick, Anderson Oliveira, Edmundo, Leandro Camilo, Almir, Daniel (CAM); Fagner, Adriano, Nilton (VAS)
Cartões Vermelhos: Allan, 14'/2ºT (VAS); Marcelinho Henrique, 33'/2ºT; Buick, 37'/2ºT, Edmundo, 40'/2ºT (CAM)

GOLS: Elton, 33'/2ºT (0-1)

CAMPINENSE: Fabiano; Fábio Santana, Leandro Camilo, Kléber e Thompson (Almir, intervalo); Márcio Paraíba (Marcelinho Mattos, 25'/2ºT), Daniel, Marcelinho Henrique e Buick; Anderson Oliveira (Giuliano, 12'/2ºT) e Edmundo. Técnico: Freitas Nascimento.

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Vilson, Titi e Ramon; Nilton, Souza, Allan e Carlos Alberto (Magno, 41'/2ºT); Adriano (Ernani, 42'/2ºT) e Elton (Alex Teixeira, 28'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

TROFÉU NETVASCO 2009

Dê suas notas agora!

Col.JogadorMédiaCol. no anoMédia no ano
Fernando Prass8.58538.1893
Carlos Alberto8.20607.4413
Ramon7.80717.2336
Élton7.45416.7764
Fagner7.43576.7252
Nilton7.42136.7390
Titi7.081411º6.5735
Vilson7.074816º6.3749
Souza6.951412º6.5649
10ºAlex Teixeira6.692913º6.4872
11ºAdriano6.392421º5.8749
12ºMagno5.9357*5.8989
13ºErnani3.594527º5.0234
14ºAllan2.960617º6.3058
* = não classificado (menos de 10 jogos) | Total de votos: 762

Fonte: GloboEsporte.com (texto, vídeo), Lancenet (ficha), Terra (fotos), Site oficial do Vasco (foto)

índice | envie por e-mail | espalhe

Anterior: 21:54 - Tênis de Mesa: Confira participação dos vascaínos na V etapa do ranking
Próxima: 02:09 - Ramon: 'Foi uma partida com espírito de Série B'