Goleiro Bruno afirma que em 2017, quando deixou a prisão, Eurico lhe fez proposta para jogar no Vasco; veja vídeo
Sexta-feira, 04/02/2022 - 01:18
Ex-goleiro de Flamengo e Atlético-MG, Bruno Fernandes, que foi condenado pela morte da modelo Elisa Samudio, revelou que esteve muito perto de ser atleta do Vasco da Gama quando saiu da prisão, em 2017.

Bruno participou do Podcrê Podcast na última quarta-feira (2) e contou detalhes da negociação com o Vasco da Gama, que teve participação direta de Eurico Miranda, presidente do clube na época.

"Quando eu sair (da prisão, em 2017), eu queria ficar em casa com a minha família, nem tava pensando em jogar futebol. Comecei a receber várias ligações, tinham vários clubes me querendo. Do nada, apareceu uma ligação do Rio de Janeiro e era o Eurico (Miranda) me fazendo uma proposta para ir para o Vasco", revelou Bruno, que encerrou a carreira como atleta profissional no ano passado.

Bruno disse que a condição era que ele fosse inicialmente jogar por quatro meses no Boa Esporte, pela pressão midiática.

"Quem fez toda a negociação foi o Vasco, por isso que eu fui parar no Boa Esporte", contou o ex-goleiro e seguiu: "Eu tinha propostas do Brasiliense, do Goiás e de um time de São Paulo, mas o Vasco queria que eu fosse para o Boa Esporte porque eles só fechariam minha negociação se fosse diretamente com os dirigentes do Boa. A jogada era eu ficar quatro meses no Boa Esporte e eles me puxarem para o Vasco".

O ex-goleiro também contou o que impediu que ele fosse atleta do Vasco da Gama em 2017.

"Não rolou (o acerto com o Vasco) porque eles (a justiça) caçaram meu habeas corpus. Meu habeus corpus foi julgado novamente, aí eu tive que voltar para a cadeia e ficar mais dois anos", explicou Bruno.

O ex-goleiro ficou na prisão até 2019 e quando saiu retomou a carreira, passando por Rio Branco-AC e Atlético Carioca.

Nova carreira

No ano passado, o goleiro Bruno Fernandes informou aos seguidores que iria se dedicar ao mercado financeiro, atuando como trader. Julgando e culpado pelo crime de morte da modelo Eliza Samúdio, o ex-goleiro do Flamengo cumpre regime semiaberto desde 2019.



Fonte: Torcedores.com (texto), Youtube Podcrê Podcast (vídeo)