Além de Fábio Santos, Vasco sondou o lateral-esquerdo Júnior Tavares, do Portimorense-POR, ex-São Paulo
Sábado, 18/01/2020 - 15:04
Enfraquecido financeiramente, o Vasco obriga a diretoria a trabalhar por reforços menos badalados no mercado do futebol. O clube até o momento não conseguiu ser agressivo nas tentativas, no entanto, passa a maior parte do tempo buscando soluções criativas muito em função do mercado enxuto e inflacionado. O Torcesores.com apurou que a diretoria sondou dois atletas para a lateral-esquerda, mas não conseguiu sacramentar a negociação.

Um dos laterais sondados pelo Vasco foi Fábio Santos, do Atlético-MG. Os dirigentes entendem que é necessário dar mais opções na posição ao técnico Abel Braga. Nas conversas preliminares entre as partes, foi apresentada a possibilidade de acerto por um ano. Além disso, o clube cruzmaltino assumiria integralmente os vencimentos do atleta. Porém, o atleta não viu com bons olhos a transferência.

Após a chegada de Rafael Dudamel no Atlético-MG, Fábio Santos ainda não recebeu uma sinalização para saber se está ou não nos planos do técnico venezuelano. Por isso, aguarda definição sobre seu futuro. Ele tem vínculo com o Galo até fim desta temporada.

O segundo nome sondado pelo Vasco foi Júnior Tavares. Formado nas categorias de base do Grêmio, o jogador acumula passagens por São Paulo, Joinville (SC), Sampdoria (ITA) e Portimonense (POR). Porém, o lateral teve fraca passagem pelo futebol europeu. Na Itália, disputou apenas três partidas, enquanto em Portugal atuou apenas em seis jogos. Os empresários, no entanto, demoraram uma semana para dar uma resposta porque avaliam ofertas de clubes asiáticos nesta janela de transferências.

Vasco intensifica busca por lateral após saída de Danilo Barcelos

A saída de Danilo Barcelos, que acertou nesta semana transferência para o Botafogo, indica a dificuldade que o Vasco terá para manter alguns jogadores no elenco. O clube chegou a apresentar uma oferta para a permanência do atleta. Mas o lateral não demonstrou interesse em um novo acordo enquanto a diretoria não apresentasse um plano para pagar os salários atrasados.



Fonte: Torcedores.com