Saída de Rodrigo Caetano estaria praticamente selada após declaração de Eurico

Segunda-feira, 17/11/2014 - 16:27
comentário(s)

A vitória da Chapa Volta Vasco! Volta Eurico nas eleições do Vasco na última terça-feira (11) praticamente selaram a saída de Rodrigo Caetano do Vasco da Gama, cujo destino deve ser mesmo o Palmeiras, como indicam as informações de que ele e Paulo Nobre, presidente do Alviverde, já se encontraram para conversar.

Rodrigo Caetano tem duas passagens pelo Vasco e ambas sua contratação se deu por intermédio do presidente Roberto Dinamite. Como o atual mandatário deixa o cargo no final do mês sem fazer seu sucessor e com a vitória do seu principal opositor, a saída do diretor-executivo é dada como certa.

Eurico outrora deu declarações dizendo não ter nada contra Rodrigo Caetano e que, se eleito, conversaria com o profissional acerca de mantê-lo no cargo. Contudo, ambos não possuem a mesma filosofia de trabalho e Caetano sabe que seus dias em São Januário estão contados.

Pelo bom currículo que possui, Rodrigo Caetano, que além do Vasco trabalhou em Grêmio e no Fluminense, já desperta o interesse de outros gigantes do futebol brasileiro como o Flamengo e o Palmeiras. No Rubro-Negro carioca, no entanto, seu nome é apenas especulação, mas no Verdão as coisas são mais sérias.

Segundo Blog Futebol, Coisa e Tal, do Jornal Extra, Rodrigo Caetano e Paulo Nobre já conversaram pessoalmente e, caso o presidente do time paulista seja reeleito, Caetano deverá substituir José Carlos Brunoro como o homem forte do futebol. A informação ganha ainda mais força após Eurico Miranda afirmar no Balanço Esportivo, da CNT, que no Vasco não existirá o cargo de diretor-executivo: “Diretor é amador! Jogador negocia comigo”.

No programa Eurico foi ainda mais incisivo ao criticar o que ele chamou de “doutores de futebol”, fazendo uma referência aos dirigentes profissionais que, como Rodrigo Caetano, fazem curso de nível superior para gerenciar times de futebol. Se havia alguma dúvida sobre o modelo administrativo de Eurico Miranda, agora não há, pois a saída inevitável de Rodrigo Caetano (provavelmente para o Palmeiras) é a indicação de que no Vasco quem manda é ele.

Fonte: Torcedores.com