Nenê culpa problemas salariais e políticos por saída e diz que não comemorará eventual gol no Vasco; veja vídeo
Quinta-feira, 14/06/2018 - 12:12
O Vasco da Gama teve no meia Nenê a sua principal referência dentro de campo desde o segundo semestre de 2015 até o final de 2017. Meia habilidoso e artilheiro, o camisa 10 caiu nas graças da torcida e foi o grande nome da conquista do título de campeão Carioca invicto em 2016.

Classificado para a Libertadores da América, Nenê deixou o Gigante da Colina e foi para o São Paulo em 2018. Não demorou muito para ele também se destacar no time do Morumbi. Para muitos vascaínos, o jogador ainda faz muita falta. Questionado sobre os motivos que o fizeram sair de São Januário, ele apontou as questões financeiras e políticas como responsáveis.

"Tinham acontecido algumas coisa e já estava o problema de salários. Mas tem gente que fala assim: ‘Po, mas você já tem a sua vida ganha' Só que as contas não param, a vida não para. Você trabalha ali para receber, então eu achei muito complicada, mas não tive nenhum problema. Sou muito agradecido a todos lá, principalmente ao Eurico que sempre cumpriu o que ele falou. Claro que no final estava este problema. De estar ele e não está (eleições). Acho que teve mais problemas por causa disso. O clube em si teve problemas por causa dessa indefinição, dessa briga política. Então, não teve nada a ver com ele. Eu sou grato", disse Nenê em entrevista ao Esporte Interativo.

Sem Nenê, o Vasco vem apostando em Evander, Wagner, Giovanni Augusto e Thiago Galhardo.



Fonte: Torcedores.com (texto), Esporte Interativo (vídeo)