Técnico do Sport, Luxemburgo reclama de 'anulação' de pênalti: 'O árbitro de vídeo entrou no jogo'
Terça-feira, 26/09/2017 - 04:23
Luxemburgo não pareceu estar muito satisfeito com a arbitragem de Sandro Meira Ricci durante o empate diante do Vasco nesta segunda-feira (25). Em entrevista ao programa ‘Bem, Amigos!', o técnico do Sport sugeriu que o juiz contou com a ajuda de uma suposta interferência externa para voltar atrás de um pênalti que havia marcado para os donos da casa.

"O árbitro de vídeo entrou no jogo sem estar em campo, isso que temos que reclamar. Se não foi pênalti, o árbitro que está atrás do campo e está ali para isso tem que dizer que não foi para quem está apitando. O bandeira pode chamar atenção. Não pode o cara que está do outro lado, com uma porção de gente na frente, ir chamar atenção e dizer… tem alguém de fora que avisou. O árbitro de vídeo entrou no jogo sem estar no jogo. Ele atuou porque não pode o bandeira, de onde estava, chamar atenção", reclamou Luxa.

No lance, Sandro Meira Ricci assinalou uma penalidade alegando que o zagueiro Anderson Martins teria colocado a mão na bola depois de um cruzamento do Sport. Depois de conversar um dos assistentes retirou a marcação.

O treinador também falou sobre a expulsão de Diego Souza. O atacante recebeu dois cartões amarelos seguidos depois de reclamar com o árbitro de forma exagerada. Luxemburgo concordou com o vermelho, mas disse que Ricci errou na maneira que conduziu a vantagem na jogada.

"A expulsão do Diego foi correta. Mas com a experiência do Sandro Meira Ricci, não poderia cometer o erro que cometeu. Que vantagem é essa, se o adversário está fazendo falta? Não houve vantagem. A expulsão foi justa porque ele deve ter ofendido, mas o único erro foi não ter dado a falta antes", concluiu.

Luxa chegou a se irritar depois de ser perguntado se não estaria ‘passando a mão' na cabeça de Diego Souza. "Ficar no ar condicionado dizendo o que fazer é fácil. Quero ver dentro do campo, de cabeça quente. Vou conversar no particular com ele, não no público."



Fonte: Torcedores.com